Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

14
Jul20

Sem previsão ou razão

Rita Pirolita
Farta de me esquecer dos sonhos que tenho vou acertando na realidade, titubeante vou juntando cacos de vida, nem tudo liga à primeira e há tanta peça despernada, nem vos conto!...
Se me dissessem que seria assim, hoje como me sinto, não me lembro se o previ.
Isto a propósito da irmã de um amigo meu, para cujo casamento fui convidada.
Sem mais me sair da memória, reza assim o acontecimento.
Antes da noiva sair de casa chorou baba e ranho de arrependimento, o mano, sempre senhor do bom senso que até irritava, meteu-a no quarto e encarregou-se de lhe dizer que se chegou a este dia com um vestido, cerimónia marcada e convidados, não caiu de certeza do céu, foi ela que também foi programando e dizendo que sim ou nim a tudo, que não deitasse um namoro de 7 anos para o charco, com pais a frequentarem-se e os do lado da noiva com alguma sovinice, a quererem ver a filha bem casada com um homem de famílias com posses, assim não teria problemas monetários pelo menos, teve outros mais graves a meu ver!
Presenciei a cena do choro antes do casório com uma dor no peito, sabendo que aquela noiva, linda que nem uma boneca, uma bailarina de caixa, amava outro, o das artes, das danças como ela, almas mais próximas do que o caçador burgesso com quem ia casar, com ar de tasqueiro, a viver à sombra do amealho dos pais.
Em pleno copo de água as amigas para disfarçar a bebedeira que a noiva apanhou, enfiaram-na várias vezes no WC, estive lá algumas e vi-a passar a porta, de riso nervoso a choro de desespero, as amigas gritavam de loucura para abafar aquela tristeza que tão bem se via nos olhos marejados da noiva!
Presenciei tudo, com vontade de pegar na mão dela e tirá-la dali para fora, para que corresse para os braços do seu amor mas não, fui cobarde, além de ser amiga do irmão e conhecer bem os pais, se fizesse algo para impedir aquele sofrimento, ninguém me ia agradecer, nem a própria talvez.
Apesar de nunca pensar que ficassem o tempo suficiente para ter três filhos, ainda o mais velho era adolescente e o mais novo muito novo, ironia do destino, quando ela já se tinha acomodado a uma família e deixado talvez de sonhar em concretizar o amor da vida, adivinhem o que aconteceu, o bazófias do marido, abandona a rapariga e embeiça-se pela empregada do restaurante que tinha.
Fogem para o Sul, ficam todos a condenar a atitude de merda e a dar apoio à irmã do meu amigo que se viu a braços com a educação de três miúdos.
Sinto uma pontinha de culpa mas ela deve sentir uma enorme frustração de vida perdida que alguma coisa boa deixou, os filhos, que se espera saiam à mãe e não atirem ao pai!
01
Abr20

Caçador de Sonhos

Rita Pirolita
Famosinha escreveu na rede social:
Fiquei fascinada com este Caçador de Sonhos feito e oferecido por uma amiga minha. Dizem que ajuda a realizar os nossos sonhos . Eu acredito!!! E você?! 
 
Escrevo eu em resposta:
Eu vou à caça de caralhampanas noctívagas a cada período menstrual do meu periquito! 
Podem não saber do que falo mas ando a tentar caçar alguma coisa! Acreditam?
 
 
 
22
Set19

Eu sou...sei lá

Rita Pirolita
 
Quem leia os meus textos pode pensar que sou louca, que me estou a marimbar para tudo, que não levo ninguém a sério nem a mim própria, que me rio de toda a gente mas nem toda a gente se ri de mim.
 
Eu sou tudo isto num comportamento bipolar de riso, choro, depressão e euforia.
 
O que querem? Nasci para ser rapaz, saiu miúda, para me portar bem espontaneamente sem exemplos de boa educação, para não ser artista que isso não dá dinheiro, para tirar um curso e ter filhos de alguém da classe média alta.
Nada disto até agora, nem à vista.
 
Outros ainda podem pensar que destilo ódio numa escrita com raiva e sofreguidão ou que sou acutilante com poucas ilusões mas muitos sonhos. Que sou poeta da banha da cobra ou prosista das causas pequenas e pequeníssimas.

Também posso ser tudo isto mas de certeza sou aquilo que escrevo e muito mais, com muita pressa de aprender e menos de envelhecer.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub