Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

06
Ago20

Miss Boazuda

Rita Pirolita
 
 
Hoje saí para mais uma caminhada diária no meu querido bairro de casas caras com quintais lindos demais para serem usados, e se já chegaram os dias bons para arejar o piolho e apanhar banhos de sol?
Agora, aos 30 minutos de caminhada dá-me um sono que chego a fechar os olhos a andar mas na verdade sinto-me tão tentada em me aninhar à sombra, num pedaço de relva fresca e fofa e passar pelas brasas só 5 minutos, resisto à tentação, penso que não ia ficar muito bem na fotografia para quem passa mas também estou farta de fazer figuras tristes, era mais uma. 
O que realmente me preocupa são os gansos selvagens que por esta altura andam cheios de filharada desajeitada atrás deles e tornam-se ainda mais territoriais e protectores ao ponto de se atirarem à bicada a quem passe, além de terem o tamanho de perús, cagam como elefantes e por isso não me deito na relva, senão arrisco-me a chegar a casa com penas no cabelo e a cheirar a merda de ganso que ainda por cima é um bicho feio e cinzentão mas venha de onde vier, merda é merda e pronto.  
Bem, à parte estes pormenores que me assaltam todos os dias de caminhada, hoje vim ao meu cantinho da escrita para falar de outra coisa. 
Ia eu então no meu exercício compassado, já me tinha passado a soneira e tinha mais meia hora pela frente de suor a escorrer pelo rego do cu abaixo, parece o Pulo do Lobo com água de menos para rio e demais para rego, ia eu então em passo acelerado quando surge vinda do nada, deve viver num palácio por ali perto, a "Miss Boazuda do Bairro e Arredores que até sabe Correr", nunca consigo ver a cara da moça, apanho-a sempre por trás, salvo seja, só espero que tenha uma fronha de cu de babuíno, seja desdentada e três vezes mais vesga que a Rita Pereira.
É que é demais, ser saudável e boazuda, ter um cabelo lindo que ofusca e ainda saber correr é ser quase perfeita, ninguém aguenta!
24
Jul20

A margherita primeiro, depois logo se vê...

Rita Pirolita
Em dia de Verão calor envolvente de manta transparente, caminhava eu e o moço por rua calma de meia-tarde quando muito perto de nós, senhora de meia-idade acompanhada de amiga de idade-meia tropeça em protuberância cimentada no passeio, desequilibra-se e cai de fronha em terra batida de relva rapada, rebola que nem tartaruga, levanta meio corpo e de sorriso escarrapachado frisa com alguma malícia e expedita rapidez, que está bem e ainda não foi desta que se juntou aos anjos mas que viu algumas estrelas e passarinhos, lá isso viu, apenas um pequeno corte no sobrolho dá à luz uma linhazinha de sangue que nem é suficiente para escorrer!  

A amiga petrificada e lenta na reacção de ajudar no amparo da queda que já se tinha consumado, no pós-traumatismo também não tentou ajuda, já que era o Estica a tentar levantar o Bucha mas para entreter disse-lhe que era melhor ir ao hospital em vez de irem ao bar para onde se dirigiam nessa tarde, ao que a acidentada respondeu prontamente que apesar do costume ser cair quando se sai do bar e não a caminho tinha fortes intenções de não arrepiar caminho e ir beber a agendada margherita que tão bem calhava com o calor que embora não sendo tropical se fazia sentir agradavelmente naquele dia.

Depois de refrescante bebida logo se via se o ferimento era de monta, que pedisse suturação em clinica ou hospital!

Não há queda que desvie uma verdadeira lady do seu percurso em busca de tal hedonismo! 

A esta altura tínhamos uma senhora anafada muito bem disposta sentada na escassa relva de sobrolho deitado abaixo, uma amiga esterlicada e atrapalhada a sorrir timidamente, nós os dois e mais alguém que se tinha aproximado a prestar ajuda, ali estávamos divertidos com a conversa a aguardar que sua excelência galhofeira se levantasse para confirmar se caminhava direita pelo menos até ao virar da esquina, o bar era já ali!

Um brinde aos caminhos que se cruzaram e voltaram a descruzar nesse tépido dia!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub