Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

22
Jun20

Menina do mar

Rita Pirolita
Ai se eu falasse de sedução sem coqueteries, sem rodeios ou pornografias, erotismo de semblante nostálgico, sem boca de morango ou olhos semi-cerrados. 

Convite a secar ao sol o sal espesso na pele que racha os lábios e arde nas bochechas queimadas. 

A menina do mar vê no peixe animal voador, nas algas macieza de descanso, na tempestade a rudeza do amar, no pôr-do-sol a verdade descaída. 

As sereias nunca se mostrarão mas os que vivem o mar acreditam em seres profusos de profundezas, acreditam na reprodução do simples estagnado, porque a bela vida pouco mais é que o monótono bem, de mal em mal se descobre a tristeza de não puder ser uma menina a quem basta viver de cobertores de areia e banhos de brisa.
01
Fev20

Não percebem?...

Rita Pirolita
Não percebem que fui croma de escola, sempre posta de parte, a quem ninguém ligava por ter bons resultados sem grande esforço, apresentar trabalhos e falar de coisas que só os professores percebiam e me deitavam o olhar de pergunta telepática: 'Que estás aqui a fazer, num ensino redutor até para professores quanto mais para alunos, que não responde a quase nada do que perguntas, que te obriga a memorizar mentiras, que não satisfaz nem estimula a tua curiosidade, que te tenta amarrar o sonho a profundezas tristes e pesadas??? Que fazemos contigo? Não temos onde te pôr e para casa não te podemos mandar!'
Que não tinha ninguém com quem falar sobre Nietzsche, Carl Sagan, Salvador Dali, António Aleixo, Jorge de Sena, Haldous Huxley?...  
Não percebem que há muito desisti de procurar sabedoria  nos mais velhos e experientes? Só os maus exemplos de vida alheia me abriram os olhos.
Hoje sou o resultado de ter contrariado tudo o que vi e não gostei.
Não percebem que as minhas tentativas de diálogo são uma forma de evoluir e sobreviver neste marasmo de alienação, falta de ideias e tacanha argumentação?
Não percebem que fico profundamente triste quando calo alguém, não quero ganhar batalhas, quero-me tornar maior, se não for à vossa custa, lá terá que ser sozinha...
Não percebem que para chegar à conclusão que nada no mundo faz sentido, não precisava de ninguém nem ninguém de mim?...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub