Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

15
Jul20

As desculpas que inventamos

Rita Pirolita
É tão mais fácil disfarçar a falta de jeito para desencontros e evitar chatices nas relações através do virtual. 
Nunca o convívio foi tão interessante de enfadonho e irresponsável. 
Como solitária que sou, agradeço o descanso, protecção e limpeza da distância!
Adoro esta troca de ideias sem o incómodo de aturar gente que não gosto, não sou daquelas que usa e vem para aqui queixar-se que sente falta do convívio face to face! 
Sou solitária e adoro ser assim, sinto-me saudável e o certo é que a proximidade imposta me põe doente! 
A maioria usa as relações para cobrar, não para se libertar, interiorizou-se o discurso de ter amigos, família e fazer esforço por ser social e agradar, há dificuldade em compreender ou não se quer, anda-se iludido pela obrigação de nos darmos todos bem e gostarmos uns dos outros e assim estaremos protegidos e seremos humanos mais bondosos e comunicativos, prontos a ajudar!
O virtual é o que fazemos dele, eu aproveito o melhor que me serve, só existe porque o criamos, não é uma entidade que nos afasta uns dos outros! 
Se calhar temos que reconhecer que o futuro das relações vai mudar muito e isso não tem que ser mau ou bom, é o que merecemos por aquilo que fazemos!
As pessoas isolam-se com a dependência exagerada das redes sociais porque deixam de ter interesse ou medo da vida real e assim perdem a capacidade de se relacionar intimamente! 
No fundo são sempre elas que fazem escolhas de se deixar dominar ou não!
Nas mentes limitadas só existem dois tipos de vidas que têm que ser forçosamente sociais e notadas, a vida real com pessoas de merda ou a vida virtual com as mesmas pessoas de merda, ninguém quer estar no anonimato, todos querem ter o seu quinhão de importância num mundo cada vez mais baralhado e aqueles que não encaixam nisto são excluídos do tal meio que vive sob o falso baluarte da inclusão!
Preocupar-me-ia se não tivesse já sítios para onde fugir, até lá vou aproveitar e não perder tempo com queixumes ou a viciar-me em coisas dispensáveis e que nem são a única coisa que vislumbro como burro com palas!
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub