Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

24
Jul20

Gira mesmo sem make-up

Rita Pirolita
Sou uma rapariga engraçada e jeitosinha, com alguma maquilhagem fico mais arranjada, com excesso pareço um palhaço como toda a mulher mas algumas não têm noção. 

No fundo o que eu quero saber com esta introdução é, e dirijo-me às senhoras modernas que percebem destas modas:

Digam-me como aguentam base na tromba sem sentir que enfiaram um fato de mergulho na cabeça e não conseguem respirar, como põem pó para tirar os brilhos sem sujar golas, como usam rímel sem sentir que têm um hipopótamo deitado em cada olho, como usam lip-gloss sem sentir que fizeram um bobó e não tiveram tempo de limpar a boca, como dão mais corpo às sobrancelhas sem que pareçam duas lagartas do pinheiro, como conseguem usar lentes de contacto sem parecer que têm pedregulhos nos olhos, como aguentam laca, por mais leve que seja, sem ficar com uma comichão no couro cabeludo que mais parece piolhos com epilépsia, como aguentam tratamentos que incluem choques elétricos, arrancar pêlos com cera a queimar (acho que esta já não se usa), lasers, unhas feitas num oito, escavacadas por brocas e gel que não as deixam respirar, manicure e pedicure com fungos à espreita prontos a atacar, como conseguem usar aparelhos nos dentes sem indicação ou para lá do tempo recomendado, com a idade que muitos têm não lhes dá um ar mais jovem, apenas parecem sapos com ar de parvos, descolorações que queimam o escalpe, secadores que queimam ainda mais, puxões de cabelo com escovas usadas noutras cabeças e finalmente porque é que as cabeleireiras são quase todas loiras e têm aquele ar de?...Desculpem esta última dúvida não pertence aqui.

Usamos maquilhagem e submeto-nos a tantas outras torturas para encobrir imperfeições e realçar qualidades, quando a beleza se encontra mais em coisas imperfeitas e assimétricas, carismáticas e únicas!

Sendo assim até me sinto gira sem make-up mesmo ao acordar, não assusto ninguém e mais importante, não me assusto ao espelho mas há dúvidas que me assolam minimamente mas se não forem desfeitas...também não morro por isso! 
29
Mar20

Adolescentes

Rita Pirolita
Desde que vivo na terra dos ursos nem uma vez por ano tenho ido a Portugal mas das poucas que lá ponho os cotos, apercebo-me de algumas mudanças, se não muitas, umas mais profundas e importantes que outras. 

Hoje vou falar de modas, fúteis e vazias qb para a minha bagagem mas que no entanto não me passam assim tanto ao lado, porque através delas vejo a postura e comportamentos de mais ou menos à vontade e pouca ou muita convicção de papéis. 

Se calhar vou cair na comparação de dois países muito diferentes mas que neste aspecto se estão a aproximar no mau gosto.   

Não poucas vezes já vi criticarem os calções nalgueiros que muitas adolescentes tugas agora usam no verão com a as bordas à mostra ou até mesmo no inverno com sugestivas collants de caveiras, corações, estrelas, folhinhos, rendas e outras coisas mais, que eu não estou muito por dentro disto e detesto usar collants.

Ora deste lado do mundo mesmo quando o frio aperta as adolescentes de hormonas reprodutoras aos saltos e acne selvagem, não se acanham e mostram o que têm, diga-se de passagem muitas vezes não é agradável de ver mas elas lá se pavoneiam em grande estilo convencidas que o mundo é uma passarela de modelos jovens mas já deformadas de gordas, com cochas que parece vão rebentar de gordura, rabos mal amanhados, banha na cintura e mamas de 10 filhos. 

A maquilhagem de 3 quilos em cada bochecha pelo menos, acompanha o mau gosto da vestimenta e lá vão elas pela frescura, seguras mas não formosas!

Eu pergunto-me.

Serão as mães a dar o exemplo ou incentivo?

Serão as jovenzitas que se querem afirmar e saem pela porta dos fundos sem que a família veja ou sequer imagine os preparos em que saem à rua?

Fazem a minima ideia da imagem que transmitem, se sim que olhares querem atrair? Os indiscretos de choque com a deselegância ou os de admiração com a sobriedade?

É claro que de sóbrio estas meninas não têm nada.

Percebo que se queiram afirmar e fazer notar, estão a crescer e a descobrir o que faz o mundo transbordar de tanta gente parva e inútil, o sexo, a sedução, o engano, os arrufos de paixões, as experiências mais más que boas, as DST's ou o uso de preservativo sempre. 

Os meninos, quanto mais ar de janados e sebosos tiverem mais apreciados são pelas aprendizes.

Finalmente chegamos à questão fulcral que deu origem ao texto na minha voluntariamente pouco esclarecida cabeça, quanto menos souber sobre estas coisas menos confusão me fazem e menos ligo mas neste cu de mundo é difícil alhear-me deste cenário porque pululam ao virar de cada esquina, desde velhas a novas com trasnparências e apertos de celulite que até dói olhar! 

Deixo as minhas questões que não quero ver respondidas, apenas me divirto a fazer este exercício. 

As adolescentes anseiam ter a tal profissão? 

Treinam bem que se fartam mas nem as verdadeiras se vestem tão mal e disfarçam melhor quando não estão de serviço. 

As roupas do dia-a-dia podiam ser um pouco menos de beira de estrada, na dúvida o preto fica sempre bem sem maquilhagem, pestanas postiças ou unhas de gel, lavadinhas, penteadas e perfumadinhas estão sempre bem e discretas para uma simples tarde às compras no centro comercial com as amigas, que isto é bicho que não passa sem comprar um farrapito pelo menos uma vez por semana!  

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub