Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

08
Ago20

SWEG

Rita Pirolita
 
O que é isso de ter sweg??? Saber dançar samba e kizomba, devorar comida picante como quem bebe um copo de limonada e fazer tudo isto sem ter saído da Amadora? 
As brasileiras acham-se o último reduto de sensualidade, as orientais ainda não perceberam que já ninguém as acha misteriosas, passaram de moda e agora até fazem operações para arredondar os olhos! As africanas pavoneiam-se até aos 18 anos, na primeira gravidez engordam que nem umas texugas e ninguém mais olha para elas com desejo.
Depois existem aquelas como eu que tal como muitas outras, somos resultado de uma mistura infinita de raças mas parecemos tudo em geral e nada em especifico, abanamos o rabo mas não temos jogo de cintura para a kizomba, damos um jeitinho no samba, gostamos de música e comida de todo o mundo e temos pouco na montra para que os mais curiosos descubram o mistério mais badalado do armazém...os pacotes levam o que cabe lá dentro!
19
Out19

Puto português vs puto 'amaricano'

Rita Pirolita

 

 

As comparações que vou fazer foram todas comprovadas in loco.  
Os putos 'amaricanos' têm um pai que para os vestir, pôr na escola e alimentar, tem 2 ou 3 empregos, por isso só o vêm de 2 em 2 semanas, de barriga empinada, em frente ao barbecue com uma cerveja na mão, faz hambúrgueres em barda com um molho picante e pensa que fica a saber falar mexicano, come cachorros em pãozinho branco que parece algodão e derrete marshmallows espetados num pauzinho, na fogueira do gazibo. 
Convida os amigos para o backyard com hora marcada de chegada e de partida, desde que tragam cerveja não pagam entrada na festa. 
Os putos bebem Coca-Cola e a sua noção de comida saudável resume-se a comer tudo acompanhado de pickles, o cu agradece, não chateiam, passam a tarde a fazer bombas na piscina com o chihuahua a ladrar sem parar, rola uma weed entre os adultos e o ar cheira a uma mistura de suor com chulé e merda. 
A meio da tarde já estão todos com um tremendo escaldão nos cornos, mais duas horas acaba a cerveja e vai tudo para casa.
 
A familia do puto português: 
Nem o pai nem a mãe trabalham, vivem da reforma da velhota acamada e de uma tia que já morreu, que pelas contas já tem mais de 120 anos, têm por isso tempo de andar na festarola dia sim dia sim, sem dar tempo da ressaca se instalar. 
O menu é variado, desde salada de pimentos, sardinhas,  caracóis, bifanas e piano acompanhado de bom pão e bem regado com Sagres, vinho carrascão e Licor Beirão.
As Renatas Vanessas e os Brunos Miguéis, bebem Trina e Cola marca branca do Continente e quando ninguém está a ver escorricham os copos dos adultos, por esta altura os mesmos petizes já cortaram o rabo ao pitbull para se parecer com um boxer e o cão danado, já distribuiu dentada por todos. 
Debaixo de um calor abrasador e na falta de piscina, dá-se banho de mangueira a todos. 
A policia é chamada trinta vezes ao local por causa da kizomba em altos berros e dos rateres. 
O cheiro a incenso do chamon, comprado fresquinho na Quinta do Conde, acalma toda a gente, joga-se uma bilharada na tasca da esquina e a noite continua em alegre diversão, até que a cerveja os separe.  
10
Set19

Carros e donos

Rita Pirolita

O estilo de carro diz muito sobre o dono. 
Esta expressão ganha vida própria na margem sul. 
Verão, fim-de-semana quente:
Não precisava de ser fim-de-semana para escrever este texto porque a maioria do pessoal está desempregado e todos os dias são feriados ou greve. 
 
O casal maravilha acorda e começa a manhã com um rissol e uma bica no café do bairro, à saída aconchega com Pall Mall ou SG Ventil. 

Aproveito para descrever o estilo mais in das divas suburbanas desta zona e arredores. É digno de se ver!
Unhaca de gel com berloques ou brilhantes, pestana postiça sem disfarçar, extençoes loiras com madeixas azuis ou rosa choque sem disfarçar, saia justa com celulite sem disfarçar, decote de wonderbra para disfarçar que ainda não houve dinheiro para o silicone e salto de agulha ou sandália de plataforma. Remata tudo com bronze cor de laranja-solário. 

Depois do rissol regressam ao palácio que começaram a construir 10 anos atrás e terminaram o andar de cima coisa de dois meses. O guito não estica, os meses é que são muito compridos e para aquilo que o pessoal se esforça, até nem se ganha mal.
Tiram da garagem o Audi A1 'é p'ra mim' de duas abufadeiras, é vê-lo deslizar até ao portão sobre pavimento de pedaços de mármore partido, não relva que o pessoal gosta de erva. 
 
Dirigem-se à bomba de gasolina mais próxima, pelo caminho obrigam todos a ouvir kizomba, metem 10 aéreos de litrosa e aceleram em estilo 'comam a minha poeira', como se fossem até Espanha comprar caramelos.
Não vão tão longe, arejam o piolho, desentopem a tubagem e arrumam a máquina de novo na garagem até ao próximo fim-de-semana, casamento ou batizado...ok, funerais também pode ser.
Assim se evaporam 5 litros em 10 minutos, bonito!

Como está na hora de almoço e o rissol ainda trabalha no estômago, vão para a praia apanhar um escaldão e meter o fio dental no rego

Como se desloca habitualmente esta família típica de Fernão Ferro, perguntam vocês
Num Renault Clio ou Fiat Punto, de capô preto, quando todo o carro é branco de origem, sempre sintonizado na rádio kizomba e que dorme na rua porque a área total da 'moradia' tem o tamanho de um T0.
 
Para lá das 4 da tarde não convém apanhar sol, porque é aquela hora que não faz bem nem mal e vão direitinhos ao Continente fazer as compras da semana.  

Jantam frango de churrasco do Pingo Doce e acabam a noite a jogar snooker e a beber amêndoa amarga no bar do pintas lá do bairro, que também vende boa ganza ou vão ao mecas do Almada Fórum comer um big e beber uma jola.
Para terminar a noite em beleza, sobremesa de pipocas num cinema perto de si.
06
Ago19

Compro ou não uma Bimby?

Rita Pirolita
 
 
Ter uma Bimby e dançar Kizomba, estão ambas na moda, sugerem, mas nada concretizam. 
A Kizomba sugere sexo em posição vertical e a Bimby vende com a promessa de comida "rapidinha", gourmet ou tradicional, gastando pouco sem sair de casa. 
 
Compro ou não uma Bimby?
 
A Bimby poupa tempo? Não, tens que preparar os ingredientes. 
Tal como as máquinas lavam mas não arrumam a loiça e os ferros de engomar não estendem, dobram e põem a roupa no armário...
Se não têm tempo para nada, esta máquina não aspira, nem limpa casas-de-banho.
 
Para casas cheias, deviam pôr no mercado a Bimbona, com direito a desconto no IRS para famílias numerosas!
 
Vais fazer uma feijoada que só dá para três doses? 
O pessoal come sempre mais um pouco e fica mais apuradinha no dia a seguir!
Com as quantidades que a Bimby cozinha não há sobras nem restos para o cão, não é por isso amiga dos animais nem dos donos!
 
Penso que a Bimby foi criada inicialmente só para fazer bechamel, tem o seu melhor desempenho neste tipo de molho que arruína fígados e dietas todos os dias!
Depois é que lhe inventaram mais funções, para justificar custar os olhos da cara ou de um rim no mínimo! 
Pelo valor a que vendem o robô maravilha, devia pelo menos trazer vibrador incorporado e levar o cão a passear e ainda apanhar o co.
 
Decididamente não vou comprar uma Bimby, imaginem que até já vi camisolas feitas na Bimby!
Porque andam a comer camisolas é que eu não percebo.
Eu não aprecio algodão nem mesmo orgânico e lycra nem vê-la, sou alérgica!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub