Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

07
Abr20

Ignorância, iliteracia e burrice

Rita Pirolita
A todos os que me chamam de snowflake?...Mais vale ser efémera, não somos todos na nossa existência?...Que parecer um efémero monte castanho a fumegar.
Aos que me acusam de generalizar e se insurgem querendo provar que são diferentes e únicos e fazem parte de uma minoria erudita, nada mainstream ou populista?... 
A generalização é isso mesmo, não considerar casos particulares, porque me perderia em enumerações infindáveis!
Aos que me dizem, 'deves achar que és mais esperta que os outros?...
As pessoas inseguras quando acusam o toque ou lêem algo que faz sentido (não sou dona da razão, apenas expresso opiniões que quase seguramente consigo defender) mas não querem admitir, são agressivas, não querem discutir ideias nem aprender ou partilhar.
O mais flagrante e recente episódio adveio da opinião que expressei quanto à série GoT que tantos seguidores arrasta, não me mostrando simpatizante deste género fantástico descrevi a série como um conto infantil com dragões e anões, repleto de cenas ao bom estilo PornHub, recomendável para adultos, ou seja, um estilo confuso e talvez propositadamente baralhado, que apela ao mais básico do entretenimento, o que não lhe retira de todo o direito a ser exibido, sendo apenas consumido por quem gosta.
Ninguém é obrigado a ver mas para saber se gostamos ou não convém ver pelo menos 1 ou 2 episódios, foi o que fiz quando a série foi exibida pela primeira vez em 2 mil e troca o passo.
Dentro do grupo dos que gostam uns conseguem separar o real do fantástico imaginário mas outros, alienados e viciados com semelhanças assustadoramente próximas de atitudes terroristas vingativas, apenas conseguem vomitar em atropelo gramatical ameaça e injúria a quem não partilha o mesmo gosto.
Aos que acham que ser muito radical e não fazer parte da carneirada, consiste em coisas tão simples como não ver ou nem saber que série é esta, que se deixa tratar pelas iniciais de GoT, não sei quem vos anda a enganar mas para mim é muito mais que isso, passa por ter firmeza, lucidez e flexibilidade nas ideias que se expressa e defendê-las com a consciência da responsabilidade e alcance daquilo que se escreve.
Muito mais que o desejável, existem casos de flagrante iliteracia, diferente da ignorância, em que não se sabe e até se vive feliz.
Iliteracia não é só não saber ler nem escrever, é também não saber interpretar e quando não  se compreende, responde-se com bugalhos a quem diz alhos! 
Existem ainda os tristes casos daqueles que além de não perceberem fazem finca pé de não quererem perceber, burros e teimosos que apenas querem consumir tempo precioso a gente de bem. Porcos a quem não convém dar pérolas!
A toda a carneirada vampiresca...vão chatear a carneirada remelosa a que pertencem e parem de desdenhar e cobiçar o que não têm ainda capacidade para compreender. 
Chegará o dia, nunca sem muita vontade inerente de terem o arcaboiço para acolher alguma clarividência...ou não!...
Nenhum totó se vai rever aqui, na sua própria descrição, no fundo estive a escrever para uns poucos...vale sempre a pena!
 
01
Fev20

Swarovski

Rita Pirolita
Se tantas lojas existem da Swarovski, muita gente deve comprar para oferecer ou fazer colecção de quinquilharia cara e frágil e que como bons bibelôs que são, cumprem bem a sua função, não servem para nada, a não ser para apanhar pó e perder o brilho intenso, característica que melhor define o cristal. 
Agora até começaram a surgir acessórios de moda, como pulseiras, brincos, anéis, broches...mas no início apenas se viam colecções de animaizinhos que eram lançados de tempos a tempos por espécie ou grupo, passarinhos, tigres, pandas, cavalos, dragões e tanta outra bugiganga como estrelas ou gotas de água...
Que prazer se tirará em olhar para uma lágrima de cristal ou um cavalo estático num esgar de esforço com as crinas ao vento, ou um tigre a rugir cristalizado no tempo? 
A loja tem a política, não sei se ainda mantem, de enganar os compradores com a balela que o produto não perde valor no mercado entre coleccionadores e até a própria loja o pode comprar de volta. 
Imagino que o possam fazer em casos raros de peças antigas e de produção limitada mas nunca praticarão preços de leilão em plena loja. 
Ou seja, a pessoa tem que ficar com uma quantidade de tarecos que ou estão devidamente acondicionados nas caixas originais ou se estiverem expostos, têm que ter seguro contra sismos, crianças, animais e pessoas com mãos de aranha, serem limpos de tempos a tempos e manipulados com muito cuidado. 
Para uma coisa que não serve para nada e ainda pica nos olhos com o brilho, não merece tanto cuidado e preocupação nem muito menos o dinheiro que custa!
A Swarovski é uma marca de classe média alta, que frustrada por não conseguir chegar aos diamantes e rubis se fica por algo com brilho intenso mas que igualmente não serve para nada senão para a cagança, tal como os pretos gostam de andar carregados de correntes e dentes de ouro, montados em carros brancos de jantes douradas.
Os verdadeiros ricos devem achar tudo isto uma mexeroquice, no máximo digna de jogador da bola! 
Como já perceberam eu não ligo nada a estes pechisbeques de vidro ou outros que sejam, os únicos cristais que me detenho a apreciar, são estes da minha varanda, mais naturais mas tão efémeros como o preenchimento do vazio com vazio! 
 
 
30
Nov19

Causa-efeito

Rita Pirolita
Tenho lido muitos textos de gente que se considera informada e esclarecida, a pensar fora da caixa no domínio das politiquices, seus roubos e compadrios, o suficiente para se indignar contra os que querem calar as suas vozes reacionárias ao regime instalado de corrupção. 
 
Até hoje a humanidade passou um atestado de burrice e incompetência a si própria ao nomear lideres, porque está mais que provado que somos ingovernáveis e dependentes de controlo mesquinho ao mesmo tempo, qual estado paternalista que instala a ilusão de cuidar de nós, apenas para sobrevivermos e permanecermos no limiar da felicidade.

Gostava de saber como vamos impor uma renovada Ordem Mundial, que aposte em cada homem como um estado em si próprio, que não precisa de parasitas, de abusadores e abusados??? Para isso seriamos semi-deuses, condição da qual me parece, nos viemos sempre a distanciar desde os primórdios da sobrevivência desta raça, que insiste em se reproduzir e destruir pelas próprias mãos. 

Resta-me imaginar um mundo de Deuses, Dragões e Unicórnios, no qual preferia viver, não sendo tão céptica e realisticamente desiludida. 

Não acredito em dias melhores, mas a ilusão da luta entretem e traz alguma luz a este meu quotidiano real e entediante de tanta malvadez humana. 
Acima de tudo ansiamos com esperança, porque já não resta mais nada de bom além disso. 

Continuemos os próximos capítulos sem sentido nem missão, porque apenas temos curta existência num Universo organizado no seu caos, que não se compadece com vidas humanas, valores, riqueza, engano, altruísmo ou ética, é apenas e somente de natureza causa-efeito.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub