Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

04
Ago20

Esquecida de mim

Rita Pirolita
Tenho uma curiosidade muito controlada e moderada de saber quem me lê mas muita curiosidade desmedida em saber o que sente quem me lê. 
Se são altos, pobres, de olhos azuis ou ruivos, reformados, novos, de meia-idade...Pouco me importa, a alma não é gorda ou magra mas pode ser cheia, vazia ou preenchida e o coração sem querer será sempre uma bomba de sangue, quente e viscoso! 
Quem me gosta, quem me desgosta e se desilude, como é esse processo de arregalar os olhos em frente a um texto do meu blog no écran de cada um? 
Arregalam os olhos de surpresa ou semicerram de raiva, incompreensão, confusão ou indignação? 
Sou assaz social se não me exigirem que o seja por muito tempo ou por imposição, sempre sem compromisso mas se me esquecerem numa ilha deserta de gente nunca mais dou sinais de vida, facilmente me entretenho e me distraio com o mundo que me rodeia, por mais pequeno que seja vejo sempre pormenores diferentes sem limite de imaginação. 
Desenho um mar, pinto um céu ou escrevo, escrevo muito sobre tudo e nada como agora que estou para aqui sem a certeza de querer interagir com os que me lêem ou na senda de apenas os agitar?...
Muitas vezes tento estancar esta sangria de ideias, este turbilhão de inspiração que me desinquieta sobremaneira que não me larga nem deixa em paz.
Se quiserem dizer alguma coisa não escrevam cartas nem façam sinais de fumo é mais prático depositarem na caixa de comentários abaixo...
Se não já sabem...estou na ilha esquecida de vós e às vezes de mim!
01
Fev20

Não percebem?...

Rita Pirolita
Não percebem que fui croma de escola, sempre posta de parte, a quem ninguém ligava por ter bons resultados sem grande esforço, apresentar trabalhos e falar de coisas que só os professores percebiam e me deitavam o olhar de pergunta telepática: 'Que estás aqui a fazer, num ensino redutor até para professores quanto mais para alunos, que não responde a quase nada do que perguntas, que te obriga a memorizar mentiras, que não satisfaz nem estimula a tua curiosidade, que te tenta amarrar o sonho a profundezas tristes e pesadas??? Que fazemos contigo? Não temos onde te pôr e para casa não te podemos mandar!'
Que não tinha ninguém com quem falar sobre Nietzsche, Carl Sagan, Salvador Dali, António Aleixo, Jorge de Sena, Haldous Huxley?...  
Não percebem que há muito desisti de procurar sabedoria  nos mais velhos e experientes? Só os maus exemplos de vida alheia me abriram os olhos.
Hoje sou o resultado de ter contrariado tudo o que vi e não gostei.
Não percebem que as minhas tentativas de diálogo são uma forma de evoluir e sobreviver neste marasmo de alienação, falta de ideias e tacanha argumentação?
Não percebem que fico profundamente triste quando calo alguém, não quero ganhar batalhas, quero-me tornar maior, se não for à vossa custa, lá terá que ser sozinha...
Não percebem que para chegar à conclusão que nada no mundo faz sentido, não precisava de ninguém nem ninguém de mim?...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub