Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

22
Jul20

Sonho morto

Rita Pirolita
Porque se compara o amor a um jogo de sorte ou azar, merecido na presença ou castigador na ausência, porque se preferem pessoas que gostem mais dos outros que delas próprias, porque se quer mudar o outro à nossa imagem sem nunca admitir, porque se têm ciúmes e inseguranças, porque falamos em liberdade de expressão mas a opinião dos outros nunca é considerada, porque gostamos e odiamos tudo à distância e ao perto só desprezamos ou somos indiferentes a nunca assumir carinho e amor, porque nos queremos prender em contratos de casas, casamentos e carros e passamos a vida a querer escapar e ser livres? 
Queremos estar arrumados em prateleiras, embora arejadas mas no lugar do dever expectável e cumprido?
Porque fazemos uma coisa, dizemos outra e passamos a vida a sonhar com uma terceira que podia ser as duas primeiras?
Matamos o sonho à nascença porque vivemos uma realidade desencantada por nós também! 
17
Jul20

Meu querido Quinto Império

Rita Pirolita
Todos os anos ficamos indignados com os fogos mas vamos esquecendo, como se esqueceram todas as outras tragédias no país em que até hoje as vitimas continuam sem ajuda. 
Os únicos que não vão esquecer tão cedo, são os que perderam familiares, casas e negócios que num mar de eleitores portugueses são muito poucos, visto que os sítios onde vivem sofreram com o devastador abandono da terra.  
Somos solidários impulsivos mas temos pouco sentido cívico e comunitário por isso as tragédias são esquecidas pela maior parte dos portugueses que não foram atingidos directamente por elas e porque somos preguiçosos e pouco participativos, preferimos ter governos paternalistas que prolongam a tradição Salazarista, a quem preferimos pagar para que cuidem mas que apenas roubam e se aproveitam do descuido, em vez de pedirmos contas fazermos exigências e participarmos mais em cada comunidade ou bairro.
A desorganização que consome meios e permite que a tragédia aumente, bombeiros desorientados por comandos pouco eficazes, falta de formação, falta de meios, voluntários a mais, tudo o que se gasta neste circo que vai matando populações e consumindo floresta, dava e sobrava para limpar terrenos, organizar plantações, criar postos de vigia e ter bombeiros profissionais.  
Os portugueses deixam e os políticos portugueses sabem que os portugueses deixam que esta política de despesismo e roubo se perpetue sem culpados e responsabilização porque somos uma cambada de veraneantes bonacheirões com memória curta. 
Este é o preço que todos pagamos por deixar andar e não parece que vá mudar. 
Não acredito em Deus mas este mau exemplo de democracia que nos desgoverna só vai parar de causar tantos estragos com um grande e urgente milagre.  
Meu querido Quinto Império, naquilo que te transformaste...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub