Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

28
Abr21

Super-mulher

Rita Pirolita

Sou mulher mas não sou super!
Tudo o que escrever poderá ser posto em causa por falta de vivência de algumas coisas visto que não posso estar na pele de todas as mulheres de todas as épocas.  
Nunca quis eu casar ou ter filhos, coisa a que muitos torceram o nariz e puseram em causa a minha feminilidade, estas coisas não me fazem sentir mais ou menos mulher nem nunca foram a razão da minha existência que continuo sem saber qual é, ou porque não existe mesmo ou porque não me interessa encontrá-la! 
Há uns tempos veio a discussão sobre a lei que permite ao homem contrair matrimónio 180 dias após um divórcio, enquanto a mulher tem que esperar 300 dias mas se quiser apressar a coisa terá que provar que não está grávida. 
As leis são um mal necessário, mostram que não somos pessoas de bem, somos seres das cavernas armados em senhores civilizados.
As conquistas de direitos e liberdades femininas devem ser aproveitadas e usadas com consciência e respeito por quem lutou por elas mas reconheço que muitas vezes numa sofreguidão exacerbada de independência, acumulamos tarefas para provar que somos capazes e esquecemo-nos de arranjar tempo para nos diferenciarmos dos homens.
Tenho a certeza que não existem super-mulheres por isso nem tento vestir a fatiota! 
01
Abr20

Quizzzzzzz

Rita Pirolita
Se me perguntarem qual a minha cor preferida?...

Turquesa-mar quase sempre, laranja muitas vezes, verde, roxo com verde pistachio, vermelho com fuskia, tantas vezes o preto e branco.

Que carro gostaria de ter?...

Não precisar!

E viver numa mansão?

Antes o aconchego

Numa Ilha?

Sem sair

Casar?

Nunca

Ter filhos?

Muito menos

Um filme denso?

Esplendor na relva

Romântico?

Detesto o género

Musical?

Idem

Destino preferido para viajar?

Em mim 

Para viver?

O isolamento

Partilhar?

O simples 

Não complicar?

O simples 

Trabalho?

Que forma estranha de vida

Felicidade?

Sempre, sem pensar

Pobreza? 

Nunca, nem saber o que é

Ir à Lua?

E voltar

Contemplar?

Sem parar 

Aceitar?

O que é 

Não reclamar?

Do que não é

A natureza? 

Das coisas

O Universo?

Avança

E eu descanso...
01
Jun19

A minha sogra não é nem deixa de ser

Rita Pirolita


Se gosto da minha sogra? Não tive ainda tempo de criar laços para saber isso, mas posso agradecer-lhe todos os dias, todos os dias é demais, nos aniversários chega, ter dado à luz o Pau d'Arco.    
 
A minha sogra é sempre tratada por você e pelo nome próprio, para terceiros e em primeiro lugar, é a mãe do seu filho que por acaso casou comigo, portanto a mãe dele.

As sogras deviam ser sempre gostáveis à
partida, porque puseram no mundo a extensão por quem nos apaixonámos.
 
*** Mas quando aparece mula no curral, passam de mães a carraças raivosas que quando atacam não vacina que salve. Um esclarecimento para as sogras que mordem - as noras também são filhas e serão talvez mães dos vossos netos.
A felicidade da nossa junção não pode fazer sombra ao infeliz casamento de longa data da sogrinha.

Uma vez, uma amiga minha da linha teve uma conversa interessante com uma candidata a sogra:

- 'Olhe que tivemos sempre empregada e o meu filho não sabe fazer nada!'
Ao que a minha amiga respondeu e muito bem: 
- 'Tem graça, eu também!'

Num passado longínquo uma candidata a sogra, ameaçou-me por telefone, de morte por atropelamento, o corriqueiro 'passo-te com o carro por cima', por eu nã
o ter telefonado todos os dias a saber da evolução de uma forte gripe que ao fim de 3 dias estava curada, em casa do novo namorado taxista que vivia em Mem Martins e durou tanto como a gripe.
Olha agora, as chamadas dos telemóveis eram caras nessa altura e que eu saiba nunca se trataram gripes à distância, eu vivia na Margem Sul e tinha ficado a aturar o filho dela! 

Chamar sogrinha antes de casar ou com 6 meses de namoro apenas precipita as coisas, mais para o mal que para o bem. 

Passe pela cabeça destas mães ciosas que vocês querem ocupar o lugar da matriarca e está tudo fodido, ganham uma guerra para sempre e nunca vencem a batalha, o mais que pode acontecer é deixarem de falar e ela não ir ao vosso casamento, ou seja, o ódio por vocês é maior que o amor pelo próprio filho.

Na maioria dos casos temos idade para sermos vossas filhas, porque nos tratam como netas
Em vez de partilhar a vossa sabedoria e experiência gostam de impor regras e horários, se calhar não aprenderam muito do que a vida tinha para vos ensinar e o que não puderam fazer com os maridos tentam fazer com os próprios filhos e respectivas noras, MANDAR, CONTROLAR e MANIPULAR!

Os genros sã
o sempre adorados pelas sogras ou pelo menos gozam de boa aceitação junto delas. 
É um descanso ter uma pila por perto para aturar a patareca saltitona da filha...e acalmar os nervos da mãe!***

(***) Discurso baseado em histórias minhas e de conhecidas, passadas e verídicas e nã
o na minha experiência única e mais recente de ter uma sogra à distância. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub