Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

06
Ago20

Indignação animalesca

Rita Pirolita
Alguém tinha ficado indignado por ninguém se ter chocado com as cenas sadomasoquistas das 50 sombras de Grey, mas ter caído o carmo e a trindade com a divulgação de um vídeo que mostra um puto estúpido a agredir um cão!
Confesso que não tive coragem para ver o vídeo de agressão ao cão e também nunca me despertou interesse ver as 50 sombras de Grey.
Vamos lá separar as águas, o pêlo da pele, os grunhidos do ladrar!
Uma coisa é um filme e espero que os actores tenham tido prazer nas cenas, outra coisa bem diferente é um vídeo de uma situação real em que o cão não é actor nem está a fingir que gosta.
Uns são homo erectus e às vezes ficam de quatro, os outros andam em quatro patas, uns quase nunca são dedicados, os outros reconhecem e agradecem até ao fim da vida a quem lhes faz bem, uns cobram tudo na vida, os outros nadinha, uns são veterinários, os outros…nunca vi um cão veterinário especializado em esterilizações, talvez por essa falta de formação, cães e outros animais se reproduzam por instinto e os humanos que os domesticaram é que devem assumir o controlo da sua população, mesmo os da nossa raça, tendo a possibilidade de controlar os filhos que têm, muitas das crias são vítimas de abandono, maus tratos e violação dos seus direitos, tal como fazem aos animais, é ver a desnecessária caça nos tempos que correm e tanto cão abandonado por caçadores grunhos!
Actividades que dêm prazer a todos os que participam e consentem, são bem vindas e recomendam-se, actividades em que só uns têm prazer doentio e os outros não, é de fugir!
Veja-se o caso do homem que colocou um anúncio no jornal à procura de pessoas que quisessem ser comidas, não é isso que estão a pensar, para isso têm as páginas centrais do Correio da Manhã mas sim pessoas para serem divididas em doses para congelar, para mais tarde cozinhar, apareceu um candidato que foi comido até ao tutano, no forno, de cebolada, em quiche!...
Isto aconteceu por consentimento das partes, deu prazer aos dois, um comeu, outro foi comido...
Foi um caso de homicídio consentido e canibalismo!...
Se eram ambos malucos isso já é outra história.
É por existirem pessoas com as indignações distorcidas que eu às vezes não me importava de ser cão, mijar-lhes as pernas e roer-lhes o sofá todinho!

27
Jul20

Benfeitores hipócritas de meia-tijela

Rita Pirolita
Sabendo os homens que vieram do ventre de uma mulher como podem sofrer tal síndrome ao ponto de maltratar o sexo oposto? Revolta de existir? 

Sabendo a raça humana que todos viemos das mesmas células originais, por isso somos todos os tais irmãos porque se matam homens, crianças e mulheres em guerras? 

Se para sermos adultos já todos fomos crianças porque tantas são abusadas a cada minuto que passa? 

Porque se maltratam e comem animais? 

Quem está contra as touradas também deveria estar contra a morte de animais, a única diferença é que a arena tem espectadores e o matadouro não! 

Sei que estou a falar de tudo menos de mulheres em específico mas é isso que quero chamar a atenção, os dias que assinalam isto ou aquilo não reflectem a ligação global que todos temos à mesma desgraça que é só uma, uma humanidade que nada respeita, de existência errante, é isso que temos que assumir, que não prestamos para podermos começar a prestar para qualquer coisa, quanto mais não seja para reconhecer que andamos armados em benfeitores hipócritas de meia-tijela!
25
Jul20

Desenganem-me

Rita Pirolita
Desenganem-me que eu gosto!

Digam-me que ninguém escreveu livros religiosos que mais parecem manuais de alienação, que passearam na Lua, que os comprimidos para emagrecer resultam, que o silicone parece natural, que já ninguém sacrifica pessoas e animais, que a água e a floresta não vão acabar, que o respeito, a responsabilidade e a liberdade vão ser renovadas, que a fome e a guerra desaparecem e que o ser humano é digno do mundo que lhe foi oferecido de bandeja! 

Avisem-me quando isto for real, ando por perto mas à parte!
29
Mar20

Quem vê caras, às vezes vê focinhos também

Rita Pirolita
Não sei se vos acontece mas acreditando que sou tanto ou mais parvalhona que qualquer outro mortal, tenho tendência a comparar objectos e animais que me fazem lembrar determinadas pessoas!
Há pouco tempo andei à procura de umas botas que fossem confortáveis, aliás, todo o meu calçado tem que o ser, até parece que nasci em África e andei quase sempre descalça e agora qualquer sapato me magoa, também não tenho joanetes ou qualquer tipo de micose, apenas tenho uns pés saudáveis mas pouco femininos, feios de tão ossudos que são, tenho pés de figurante de morgue, apenas a cor não é tão azulada mas é pálida, como eu toda me transformei, num ser de pele pálida desde que estou na terra dos coiotes, dos ursos, dos veados e mais outros bichos fofos à distância!
Ora estava eu a dizer que andei recentemente à procura de umas botas que dessem para o dia-a-dia, para caminhada e que fossem bonitinhas também, uma bota versátil e todo o terreno. 
Já as comprei mas para as descobrir comecei a perceber que o lado dos homens 'had much more fun'. 
Lá comprei o número que me servia, para uma patuda como eu, no lado dos homens senti-me uma princesa, por calçar dois números abaixo, já que as formas são maiores!
Mas enquanto andei no início das buscas pelo lado das ladys só me deparei com coisas que apertavam os cascos, com ar de fufa ou com ar de bruxa que só lhe faltava a vassoura e assim surgiu a comparação ali por volta do 2º ou 3º par. 
O moço começou a saga e disse logo, isso são botas à não sei quantas, que é feia como um bode, tem uns olhos pequeninos de morcego e um queixo quase a bater no nariz, entremeados por uma boca de lábios muito finos e sumiticos, a aparência está tão próxima que só lhe faltam mesmo as botas de ar rústico, de atacadores até meia canela, todas esgoiladas e uma vassoura de cerdas desalinhadas, prontinha a voar!  
Há outra comparação que costumamos fazer, de mais longa data, tal como a amiga em comparação com a bruxinha!
Por estes lados, é normal os carros serem todos enormes mas há uns que exageram, então de vez em quando lá se vê passar uma pick-up de rodado duplo atrás, o que a faz parecer uma amiga nossa que tem um grande pandeiro. 
O namorado da altura em vez de dizer que era gorda, era mansinho e dizia antes que ela tinha os ossos largos, quando passou a ex, começou a dizer aquilo que pensava e passou a chamá-la de gorda mesmo!
Por isso quando vemos passar uma destas, lá dizemos, olha vai ali a fulana tal de traseiras generosas! 
Todas as outras comparações são muito corriqueiras, menos pessoais e todos vocês já as devem ter feito, atribuir animais a determinadas carantonhas que saltam logo à vista. 
Já todos nós vimos milhentas encarnações de porco, de cachaço a fazer duas e três dobras de gordura, de nariz de papagaio, de olhos enviesados como os peixes...
O moço a mim, diz que tenho "cara de focinho" de esquilo, por ter um nariz arrebitado e bochecha que se veja para guardar umas quantas avelãs!
Os orientais nos seus diagnósticos pela face, além de lerem tendências e doenças instaladas, também conseguem determinar o excessivo consumo de determinado alimento em gerações anteriores, dizem por isso, que eles próprios por comerem tanto peixe têm feições 'peixivoras', eu espero que noutras vidas não tenha comido muitos esquilos, além de serem uns fofinhos eu sinto que já devo ser vegan faz umas quantas reencarnações! 
Tarde reconheço que os animais me inspiram e as pessoas me esvaziam?!...
Outros casos, são retratos fieis de quem vê caras não vê boa disposição, os chamados cara de poucos amigos ou mesmo cara de cu, que até podem ser muito boas pessoas mas a mim não me convencem nem a chegar-lhes perto. 
Dou apenas alguns exemplos e depois vou-me embora, para não ser trucidada pelos respectivos fãs. 
Dizem que o Mourinho é uma pessoa muito bem disposta...
Com aquela cara de cu?! Duvido!
As mulheres acham sexy aquele ar, que meio mundo lhe deve dinheiro! 
Para mim nem barrado com maionese vegan!
Dizem também que o Tony Carreira é uma pessoa muito divertida!
Enche pavilhões é certo com as quarentonas ressabiadas e encalhadas mas quando dá uma simples entrevista é tão apagadinho, sem brilho ou ânimo, parece que já morreu e esqueceram-se de o meter no caixão! Não se esqueçam é de pôr o capachinho quando o homem morrer!
A Simone de Oliveira, uma referência enorme no panorama da música ligeira portuguesa mas a senhora a quem todos elogiavam a belezura, aos meus olhos sempre pareceu um camafeu e pode ser muito boa pessoa, amiga do seu amigo mas sempre que fala é tão amarga e revoltada, não é uma pessoa que serenou com a idade, está sempre a chover no molhado com a conversa da Revolução e da censura!
O António Sala em novo tinha ar de actor porno e agora tem ar de pedófilo e continuo a dizer o que digo dos outros, se calhar e espero bem que sim, é uma jóia de pessoa!
A Amália Rodrigues em tudo tão diferente da irmã Celeste, que sempre teve um ar sóbrio, sereno e de gente certinha da cabeça. Acredito que a Amália já tenha nascido com aquele ar esgrouviado e olhar vazio e nunca pôde fazer nada mas podia ter deixado de cantar, quando já só murmurava fado arrastado como um bebedolas!
Já o Toy, mostra o que é!
28
Jan20

Cocho - colher de cortiça para beber água

Rita Pirolita
O que é tipicamente português?
Mesmo que estejamos nas Galápagos e passe uma tartaruga a nadar ao pôr a venta de fora vê logo, ora ali está um fumador de SG Ventil, boa companhia para beber jolas e ver uma partida de futebol no sofá, a tirar macacos do nariz e a ajeitar os tomates durante 95 minutos de tensão desportiva.
O tipo de respostas a esta questão são inesgotáveis, podem ser pessoais ou generalizadas mas estarão sempre ligadas a uma imagem de foleirada e brejeirice...e disse!
Os fervorosos adeptos de futebol sofrem de amor incondicional ao seu clube que amam mais que mulher e filhos, passam o tempo na tasca lá do bairro, então desempregados ou reformados, falam encostados ao balcão enquanto comem tremoços em beijos chupados, deitam abaixo a mini, copo de três, traçado, imperial ou lambreta, com o dedo mindinho esticado para exibir a unhaca da cera, a outra mão enfiada na algibeira chocalha o molho de chaves, acompanhada de um abanar de perna que mais parece ansiedade para o tiro de partida, a ver quem chega mais tarde a casa e faz mais curvas pelo caminho.
Camisa sempre aberta com fio de ouro repleto de penduricalhos, crucifixo, figa e corno, foi daqui que a Pandora tirou a ideia para vender caríssimo, pechisbeque de qualidade achinesada duvidosa.
As esposas destes senhores estão em casa, gordurosas e  gorduchas a fazer crochet, à janela a coscuvilhar e a competir com as vizinhas nas doenças inventadas, a acreditar nas noticias da TV ou a chorar com o último episódio da novela e a gritar para a desgraçada que vai levar um balázio - 'Foge, chama a polícia ou dá-lhe com um tacho na cabeça, que essa mula falsa que está atrás de ti é amante do teu marido!'
Os filhos destas senhoras mantêm o gosto ferrenho pelo clube e sede pela cerveja, trazem CDs ou esqueletos pendurados no retrovisor do carro, os pais põem um cocho e na parte de trás uma sevilhana de renda para pôr o rolo de papel higiénico ou um cão pelo de pêssego de olhar vidrado a abanar a cabeça, deitado em manta de crochet. 
As filhas destas senhoras são divas suburbanas de salto de agulha e calça justa que trabalham na Berska, num call center ou têm um cantinho de unhas. 
Estas famílias ainda conservam o guarda sol dos anos 70 com manchas de ferrugem, rebordo de franjinhas branco amarelecido e padrão de florões LSD peace and love.
O que não é tipicamente português mas muito kitsch, são as Nossas Senhoras de Fátima fluorescentes, galos de Barcelos que mudam de côr conforme o tempo e o Gato da Sorte de pata levantada, que por acaso tem algumas semelhanças com o 'Toma' do Povinho, de bigodes e tudo!   
 
20
Nov19

Não sou boa pessoa

Rita Pirolita
 

Porque algumas actividades nobres e nada menores, não são remuneradas e vivem de voluntariado e donativos, como recolha e tratamento de animais abandonados e bombeiros voluntários?
 
Não sou altruísta ao ponto de adoptar uma criança.
Nunca quis assumir a responsabilidade de cuidar de alguém que vai depender de mim por muito tempo, tal como não gosto de assumir pagamentos a prestações. 

Seria capaz de ter 10 ou mais filhos se à idade em que perdem a piada, por volta dos 6, 7 anos, se tornassem independentes e mais tarde só nos encontrássemos para beber um copo e comer uns petiscos, numa convivência leve e esporádica.   
Os cães conseguem manter a graça até morrer e mesmo a sua dependência de outros, nunca é tão longa como a de um filho, que ainda faz o favor de se reproduzir e dar netos, que dão um trabalhão e dores de cabeça, principalmente depois de passar o tal estado de graça que passa a desgraça.
 
Como já disse não sou boa nestas coisas de ajudar à distância por uma causa, prefiro ficar quieta a ser ajuda de sofá, porque já sei que os abutres se abotoam e isto não é desculpa minha, infelizmente é a realidade. 
Não vou estar a alimentar quem come da desgraça, mas sou capaz de ajudar numa situação pontual, por impulso, de me revoltar por uma injustiça à minha frente, tal como sou incapaz de tratar mal seja quem fôr e dá-me nojo gente que bate e não respeita os velhos, que mal-trata e abandona animais, que viola crianças, as explora e mata ou lhes põe armas na mão, que 'rouba' crianças a famílias, com a falsa desculpa que serão para adopção e depois as retém até ao limite do tempo permitido, para darem lucro à instituição que as acolhe. 

Eu sei que não sou muito boa pessoa, podia ser melhor...e os que querem mostrar que são muito bons, o que serão???
24
Abr19

Fiat Blog

Rita Pirolita

Fiat Lux e nasce o Blog...

Foi pensado em segredo faz um mês mas só agora decidi comunicar a mim própria, com a devida convicção e comprometimento, o nascimento deste desfile de contos que às vezes poderão acrescentar pontos em jeito de grito ou desabafo. 

Se não começar já a exorcizar por estas bandas, rebento e depois é ver números e parágrafos envoltos em fluídos corporais a sairem de todos os meus orifícios acima do pescoço, não será dimensão agradável de ver.

A equipa de palhaços amestrados já cá canta e dança e eu serei a brilhante apresentadora, contorcionista, prestidigitadora e trapezista deste circo de des-vaidades e des-contos, sem domar e muito menos maltratar animais ao longo desta promissora carreira de equilibrista na vida!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub