Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

04
Ago20

Não é Impulse

Rita Pirolita
Quantas vezes sentimos um aperto no peito quando vemos alguém caído no meio da rua numa qualquer cidade, a precisar de ajuda e todos passam e ninguém liga?... 
Sociologicamente ou mais patologicamente falando, está explicada e catalogada esta atitude de merda, não tens que ajudar quem não vês que precisa!
Mas os poucos que são impelidos a deitar uma mão e a oferecer a ajuda que estiver ao seu alcance, fazem-no movidos pelo quê? 
Existe pura acção instintiva de protecção e ajuda ou apenas intenção de gesto?
Parece-me que o mais que nos move é uma bondade encapotada, gesto irreflectido, um misto de carinho com pena que nos invade ao imaginarmos os nossos mais chegados ali caídos, a precisar de ajuda e se tantos passam e ninguém faz nada, vamos sentir uma revolta e uma vontade de gritar às pessoas para pararem um pouco e reflectirem no que não estão a fazer, que não vêem de propósito porque viram a cara para o lado e fazem-se de insensíveis cegos!
Por isso o altruísmo e solidariedade de dar sem esperar receber que tanto queremos à força enfiar na parca lista de qualidades ditas humanas, também aqui não encaixa e acabamos por ver alguma réstia de altruísmo como característica canina que também se mostra enganosa ao confirmarmos que o cão actua automaticamente por recompensa de acções, obtendo assim o que quer. 
Então se calhar é melhor ver mais altruísmo imparcial e descontraído no inocente acto higiénico do cão que sem culpa ou vergonha lambe os próprios genitais à nossa frente, que nós em ajudar um desconhecido?!...
E não, isso não é Impulse!  
30
Nov19

Peregrinos enfurecidos

Rita Pirolita
 
Domingo, 14 de Maio de 2017:
Centenas de peregrinos aguardam há horas, proferindo injúrias e empunhando bilhetes que abanam vigorosamente no ar em gesto ameaçador, com a mesma força que abanaram os lenços brancos no adeus ao Papa e à Virgem,  reclamam assim por autocarros que os levem de volta a casa. 

Depois de  dias em oração, comunhão, bondade, calma, meditação, introspecção...vem ao de cima a verdade do povo, embriagada de fúria, indignação, raiva, impaciência, atropelo, discussões, desmaios...

Era só isto, deixo no entanto uma pergunta em jeito de constatação, que não me apoquenta e para a qual já tenho resposta faz muito tempo: 

Onde está a elevação espiritual, a coerência dos actos, a aceitação, o equilíbrio, o milagre da fé, o altruísmo? 

A luta pelo melhor lugar ao Sol continua, os desgraçados irracionais estão na rua. Ingratidão.
30
Nov19

Causa-efeito

Rita Pirolita
Tenho lido muitos textos de gente que se considera informada e esclarecida, a pensar fora da caixa no domínio das politiquices, seus roubos e compadrios, o suficiente para se indignar contra os que querem calar as suas vozes reacionárias ao regime instalado de corrupção. 
 
Até hoje a humanidade passou um atestado de burrice e incompetência a si própria ao nomear lideres, porque está mais que provado que somos ingovernáveis e dependentes de controlo mesquinho ao mesmo tempo, qual estado paternalista que instala a ilusão de cuidar de nós, apenas para sobrevivermos e permanecermos no limiar da felicidade.

Gostava de saber como vamos impor uma renovada Ordem Mundial, que aposte em cada homem como um estado em si próprio, que não precisa de parasitas, de abusadores e abusados??? Para isso seriamos semi-deuses, condição da qual me parece, nos viemos sempre a distanciar desde os primórdios da sobrevivência desta raça, que insiste em se reproduzir e destruir pelas próprias mãos. 

Resta-me imaginar um mundo de Deuses, Dragões e Unicórnios, no qual preferia viver, não sendo tão céptica e realisticamente desiludida. 

Não acredito em dias melhores, mas a ilusão da luta entretem e traz alguma luz a este meu quotidiano real e entediante de tanta malvadez humana. 
Acima de tudo ansiamos com esperança, porque já não resta mais nada de bom além disso. 

Continuemos os próximos capítulos sem sentido nem missão, porque apenas temos curta existência num Universo organizado no seu caos, que não se compadece com vidas humanas, valores, riqueza, engano, altruísmo ou ética, é apenas e somente de natureza causa-efeito.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub