Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

02
Ago19

Quiaios

Rita Pirolita

O dia acordou com as ondas em terra de há séculos, as dunas, acordou em orvalho, neblina de mar, já em Agosto e só alguns apartamentos ocupados, carros de exibição de riqueza, topo de gama e todos os extras, cães gordos e velhas magras, miúdos de aldeia que em praia tão grande e deserta, dispersam a algazarra!
Gosto de dias em que o frio cá fora se aproxima do frio da água, numa simbiose de temperatura os pés molham-se com agrado, talvez mais tarde, lá para o almoço até ao joelho!
Pouca gente para tanta casa, este ano assim foi, a praia de Quiaios satisfaz os requesitos de que gosto, civilização qb sem muita gente por perto! Queixa-se um jovem revendedor ambulante de fruta, legumes, tremoços e azeitonas em baldes gigantes, em terra de mar lá se admite que nem uma peixaria exista? Assim nem restaurantes ou padarias decentes se fixam aqui, um bar de praia que fecha cedo e um outro que serve hamburgueres e batata frita, é tudo o que existe!
Esfrego as mãos de contente, com a calma do sítio nem fome me dá, fico plena com a maresia.
Mas não é só isto que vos quero contar, deu-se na praia um casamento, tules e cadeiras brancas começaram a armar cenário, os primeiros de negro viriam a funeral de pescador? Medonho mas não que aqui já não se pesca faz muito, outras cores femininas se assomaram à areia nascidas das dunas, compôs-se o trivial cenário de casório, bebés de colo com fatinhos até para lá dos pés, bandoletes em cabeças carecas, meninos de meio metro de altura já ataviados de laço, camisa branca de folhos e fatinho preto, à filho de funerário, fotógrafo descalço a correr que nem tractor em pantano para apanhar todos os melhores ângulos, convidados que se organizam, velhos a remexer chaves do carro no bolso com o nervosismo de meter os pés na areia que mais trava o movimento já atado das pernas, ficam para trás para andarem menos na hora da debanda, esposas gordas bamboleiam-se na areia, melhor rebolariam, por minutos as dunas páram de cuspir gente, todos se ajeitam mal, parecem cágados na areia de movimento pendular a puxar perna atrás de perna, surge o noivo de fato cor cimento, levado pela mãe de vestido grego esvoaçante, cor sangue pisado, mais uns momentos e sem compasso a duna volta a cuspir desta vez a noiva, vestida de cor concha sumida pelo sol, traz grinalda que se enrodilha nos cardos das dunas, um rasgão, não será presságio? Compensa-se com o vinho entornado no copo de água, que será bom augúrio! Desce a noiva leve no passadiço e logo que mete pé na areia corta o pé, pequena concha, nada de grave, vai em cocheio até ao noivo e lá se dá início à cerimónia!
Os pescadores na praia atentam na ponta da cana de costas viradas para a festa, uma mosca cai-me na toalha, dou-lhe uma berlaitada e vai parar à areia de barriga para cima, ainda a espernear, que tempo este, os animais estão moles, as andorinhas do mar desapareceram, as gaivotas pararam o berreiro esventrado e o silêncio do mar juntou-se pesado à neblina de mil tules que se abateu neste cenário! Um raio atingiu uma cana de pesca, o amador ficou logo ali, estendido na areia a espernear como a mosca que eu acabara de expulsar do meu território têxtil, alguém gritou ONDA!!! Ninguém teve tempo nem de se virar para fugir, uma onda rasa lavou convidados e levou cadeiras, ainda não tinha sido dito o SIM, a neblina adensou-se fofa que nem claras em castelo, tudo desapareceu à minha frente e se querem que vos seja sincera, nem eu sei se tudo isto se deu mas eu tirei fotografias cá bem de longe!

20190802_055129.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub