Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

28
Abr19

Da nova à velha

Rita Pirolita

Havia um tasqueiro lá para os lados do sol nascido que fazia massadas de marisco de comer e chorar por mais, tinha uma garrafeira de vinhos e aguardentes invejada duma ponta à outra.

Fez dinheiro, muito dinheiro no tempo em que ainda se fazia riqueza com restaurantes à séria, não com essas modernices de pastelarias de rissol, chamuça, bolo de arroz e uma sopinha aguada, para cliente de escritório que come pouco e mal, no tempo em que quem enriquecia sem vender o que anunciava eram os vendedores de automóveis, até hoje!

O Malhadinhas servia bons bifes à casa, coelho à caçador, arroz de cabidela o ano todo e de berbigão na época, a Marrafinha, sua mulher fartou-se das facas e refogados e foi para casa fazer costurices, viu-se o homem obrigado a contratar cozinheira, veio nova e boa no ofício, continuou porta aberta de cheiro ambrósio que se espalhava pela rua, entrava nas casas, tocava os cabelos e abria as narinas até a boca salivar!

Surgiu romance por entre cebolas e pimentos, iscas de figado e peixe fresco, santolas e sapateiras, vinho e licores, dono e cozinheira assumiram o sarrabulho até que um dia uma dor começou na perna, ninguém ia ligando, cansaço talvez de horas a fio a fazer refeições, já sendo chata a moinha foi ao hospital e deram-lhe com o mal acima da cintura, pulmões, estava avançada a peçonha, só saiu pela porta da eternidade.

O Malhadinhas insistiu em mais uma cozinheira, saiu-lhe fraca, já cansado começou a vergar, tinha casa aberta muitas vezes para 3 mesas, fechou, em ficando tropego, surdo e de mulher nova enterrada acabou nos braços da também já velha Marrafinha!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub