Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos e Descontos

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Autora esporádica de contos e descontos escritos a tempo inteiro

Contos e Descontos

22
Jul20

Beatas e Sugar Daddies

Rita Pirolita
Eu até podia fazer aqui um discurso de vítima das redes sociais mas elas só nos dão o que lá metemos, uma gratuitidade com retorno de publicidade, obtida por meios refinados de algoritmos parvos que nem calhaus.  
Achamos que o gratuito o é de forma inocente e que pela sua borla tem que ser aproveitado à exaustão, depois lixamos tudo com o mimo da abundância. 
Queremos ser conhecidos então temos que nos dar a conhecer, nada melhor que colocar fotos que nos identificam a esfregar no écran dos outros a felicidade nas viagens feitas ou não, selfies ao lado de famosos, selfies do nosso melhor lado que muitas vezes nem é o de dentro...
Já ninguém perde tempo a acertar contas com discussões construtivas ou se é agressivo que baste para amesquinhar e deixar logo tudo em pratos limpos ou pica-se e deixa-se em águas de bacalhau com comentários paternalistas do tipo, "não seja tonta e pense antes de escrever; não diga parvoíces, só faz comparações de caca; ninguém lhe liga, deve-se achar mais esperta que os outros", por acaso já lido com a rejeição desde a escola primária por ser diferente mas não posso falar muito sobre isso porque depois vêm os burros criticar-me que quero ser cavalo! 
Já não tenho idade para aturar Sugar Daddies a escreverem à tios nem para o toca e foge dos que se escondem atrás destas frases, porque nunca têm mais nada para dizer ou mesmo contrapor, são aqueles que mais depressa bloqueio e logo a seguir os que escrevem mal e os que não sabem expor uma ideia! Por isso tenho uma longa lista de gente que não quero que leia os meus comentários ou textos, só trazem má vontade em perceber e peçonha agarrada!
Também existem os que me bloqueiam ou deixam de seguir por susceptibilidade, afronta ou pensam eles, falta de respeito e agressividade da minha parte. 
Até sou segura e consistente nos meus discursos, adoro uma boa exposição de pontos de vista com respeito e bom português pelo meio mas a alguma gente devo fazer comichão, ou me expresso muito mal e ninguém entende ou bem demais e também ninguém me entende, nunca estou ali no meio da virtude com ideias de merda normalizadas que não ferem os falsos valores virtuais de muitos.
As redes sociais são vistas como monstros da maledicência, falsidade e deboche, assim como as antigas vizinhas beatas e bisbilhoteiras de que tanto medo tínhamos porque se ouviam um conto já sabíamos que acrescentavam um ponto e nem sempre espalhavam mentiras mas sim verdades dilatadas, fazendo uso do telefone fixo espalhavam a notícia mais rápido lá pela terra e a censura-coscuvilhice estava armada na próxima visita à família.
Por estes lados da vida nem as putas fazem amizade, conhecemos mais gente e não nos damos com ninguém!
Estamos tão mais expostos por querer que ninguém se pode armar em inocente, depressão de likes é fraqueza de avatar.
Não podendo usar de protecção da distância virtual, sofremos com o abuso da proximidade familiar que nos pode humilhar, cobrar, ferir, bater, enganar, desiludir, magoar ou até chegar a fazer lágrima. 
Das redes sociais não temos que nos defender, não são nenhum papão que não tivéssemos visto nascer e alimentado para agora termos um porco gigante no espeto do mundo, imolado na maior fogueira das vaidades e mentiras! 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub